O SINDPD-PE solicitou audiência junto ao Ministério do Trabalho para tratar de diversas denúncias contra a STEFANINI. Até o momento já foram realizadas duas audiências, quando o sindicato solicitou providências quando ao uso de EPI, assim como diversas irregularidades com banco de horas, hora extra, jornada de trabalho, etc. 
O sindicato recebeu da representante da empresa documentação relativa ao EPI (que está sendo analisada pelo nosso jurídico), além de informar que só é possível implementar o banco de horas através de Acordo Coletivo e que se a empresa praticou a medida unilateralmente, não tem validade jurídica. 
A Stefanini se pronunciou oficialmente nesta segunda-feira (23/07), informando que o responsável pela negociação retornará de férias em 30/7 e se reportará ao sindicato. 
Estamos acompanhando todas as denúncias e manteremos a categoria informada dos próximos passos. Mas desde já, deixamos claro que qualquer decisão sobre a posição da Stefanini será debatida e definida em Assembleia com os/as trabalhadores/as. Aguardem notícias!!!