A Central Única dos Trabalhadores - CUT e os movimentos sociais de Pernambuco realizaram na noite dessa terça-feira (31/03) uma Plenária Estadual Unificada para organizar a mobilização do próximo dia 7 de abril em defesa dos direitos trabalhistas e contra o PL 4330. A atividade aconteceu no auditório do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintepe).


O Ato do próximo dia 7 irá se estender por todo o país, dentro de uma luta conjunta para impedir a votação do Projeto de Lei 4330/04, da terceirização, e conscientizar a sociedade sobre o prejuízo que esse PL representa para a classe trabalhadora. Os atos também serão em defesa da democracia; dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras; da Petrobrás; das reformas política e agrária; pela democratização da comunicação e pelo combate à corrupção.

Em Pernambuco, a concentração para o Ato acontece a partir das 15 horas, no Parque 13 de maio, de onde os trabalhadores/as sairão em passeata pelas ruas do centro do Recife.

O PL 4330

O presidente da Câmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB/RJ), em reunião realizada no dia 11 de março com representantes das confederações patronais da indústria, das instituições financeiras, da agricultura e pecuária, dos transportes, da saúde e das cooperativas, marcou a votação do PL 4330 da terceirização em plenário para o próximo dia 7 de abril, logo após o feriadão da Semana Santa.

O PL representa uma ameaça aos trabalhadores brasileiros, gerando a precarização das relações de trabalho e dificultando a organização das categorias trabalhistas. Sob o pretexto de regulamentar a terceirização no país, acaba por legalizar a fraude e a precarização do emprego. Isso porque permite que as empresas terceirizem até mesmo sua atividade-fim, aquela que caracteriza o objetivo principal da empresa, seu empreendimento.

Por isso tudo, é importante garantir Atos fortes, com grande representação da sociedade civil organizada. Só assim, será possível deter mais essa amaeça às conquistas garantidas a duras penas pela classe trabalhadora.