No último dia 13 de setembro foi realizada nas dependências da empresa no Rio de Janeiro, a segunda rodada de negociações com a Cobra Tecnologia referente à Campanha Salarial 2019/2021.
 
A empresa insiste na redução de benefícios com a retirada de cláusulas do ACT vigente e, sobre a proposta econômica reformulou para 40% do INPC apurado. Proposta que não atende a reivindicação dos trabalhadores.
 
Apresentamos à direção da Cobra Tecnologia a necessidade de assinarmos o Termo de Prorrogação de data-base. Para esta proposta a empresa se manifestou contrária. E, registrou em Ata que a proposta apresentada é a final. Desta forma rompendo com o processo negocial.
 
Com a posição da Direção da Cobra Tecnologia, faz-se necessário que a Fenadados atue no sentido de levar tranquilidade e segurança jurídica aos trabalhadores. 
 
Clique aqui e leia a ata