Na próxima segunda-feira (7/9) acontece em todo o Brasil a  26ª edição do Grito dos Excluídos, com o lema "Vida em primeiro lugar", Basta de miséria, preconceito e repressão! Queremos trabalho, terra, teto e participação! A data também será mais um momento de protestos contra o projeto de desmonte do Estado em curso, o corte de direitos e a postura genocida do governo federal diante da pandemia. 
Em Pernambuco, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e seus sindicatos filiados se somarão à programação que reúne os movimentos sociais, religiosos e entidades da sociedade civil nessa luta. A concentração para a caminhada do Grito dos Excluídos acontecerá a partir das 9h, no Parque 13 de maio. 

A abertura do evento se dará com uma homenagem a Dom Pedro Casaldáliga, que faleceu no último dia 8 de agosto e ficou conhecido por seu trabalho ligado a causas como a defesa de direitos dos povos indígenas e o combate à violência dos conflitos agrários. 

Serão feitas algumas paradas durante o percurso, quando serão tratados temas como Grito pela Saúde, Contra o Racismo e o Preconceito e Políticas Públicas e Meio Ambiente. A parada final será na Praça do Carmo (Dantas Barreto), quando será feita uma homenagem às vítimas da COVID 19 e um protesto contra a postura irresponsável do governo federal no enfrentamento à pandemia.