Mulheres de todos cantos do país estão a caminho de Brasília (DF) e participarão nos próximos dias 13 e 14 de agosto, de mais uma Marcha das Margaridas. O evento reúne trabalhadoras do campo, das florestas e das águas, além mulheres trabalhadoras urbanas e dos movimentos sociais. A Secretária de Saúde do SINDPD-PE e Secretária de Mulheres da CUT-PE, Liana Araújo, representará as trabalhadoras de TI na Marcha.

Desde o ano 2000, a cada quatro anos, camponesas de todos os estados marcham inspiradas pela história de Margarida Maria Alves, liderança assassinada por defender os direitos de trabalhadoras e trabalhadores rurais. Desde o seu surgimento, a Marcha vem se construindo como a maior e mais efetiva ação de luta das mulheres do campo, da floresta e das águas, contra a exploração, a dominação e todas as formas de violência e em favor de igualdade, autonomia e liberdade para as mulheres.

Este ano, a Marcha das Margarinas chegar a Brasília para reivindicar a execução de políticas públicas que melhor atendam as demandas das agricultoras e agricultores familiares de todo o país e trata-se de uma ampla ação estratégica das mulheres do campo, da floresta e das águas para conquistar visibilidade, reconhecimento social, político e cidadania plena. A Marcha se constrói a partir de amplo processo formativo, de debate, ação política e mobilização, desenvolvido pelas mulheres desde suas comunidades, municípios e estados, até chegar às ruas da capital do País.

A Marcha das Margaridas é coordenada pela Confederação Nacional de Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG), suas 27 Federações e mais de 4 mil Sindicatos filiados, emparceria com os movimentos feministas e de mulheres trabalhadoras, centrais sindicais e organizações internacionais.