Após uma Campanha que vem se arrastando por meses, sem qualquer avanço, finalmente o SERPRO escancarou seu verdadeiro propósito na última mesa de negociações, que aconteceu na quinta-feira (26/4), em Brasília. A empresa foi mais uma vez intransigente, colocando como "proposta" para o fechamento do Acordo 2017 a redução dos percentuais pagos com hora-extra e adicional noturno; implantação da jornada 12x36 e reajuste zero. Além disso, a empresa ameaçou iniciar a Campanha 2018 sem acordo, o que põe em risco todas as conquistas garantidas após muitos anos de luta dos trabalhadores e trabalhadoras da empresa.

Diante desse absurdo, a categoria se reuniu em Assembleia na tarde da última sexta-feira (26/4). Indignados com o tratamento aburdo da empresa, cerca de 150 pessoas decidiram manter a mobilização, com a realização de uma nova assembleia nesta segunda-feira (30/4), às 9h, momento em que acontece uma nova mesa com a empresa, em Brasília. Também foi marcada uma nova Assembleia para a quarta-feira (2/5), quando será feita uma avaliação do resultado da mesa e serão definidos os próximos encaminhamentos da luta.

Os trabalhadores e trabalhadoras do SERPRO esperam que a empresa respeite seus empregados, realmente negocie e apresente uma proposta à altura do valor profissional e da qualificação que eles possuem.

Diante de todo esse quadro, mais do que nunca, a categoria tem que se manter mobilizada, participando das assembleias e das  atividades convocadas pelo sindicato.

A hora é de unir forças. Não entregue o jogo. Lute!!!