O isolamento social vivenciado pelo povo brasileiro, em função da pandemia do novo coronavírus, impôs ao movimento sindical novos desafios. A necessidade do trabalho em home office para a grande maioria da categoria, exigiu dedicação e levou o SINDPD-PE a se reinventar para continuar agindo em defesa dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras de TI.
Nesse novo cenário de isolamento, o telefone, site, e-mail e redes sociais têm sido importantes aliados na comunicação com a categoria, por isso o sindicato incrementou sua presença nesses canais e vem publicando diariamente matérias e vídeos sobre direitos, a pandemia e outros temas. Um exemplo disso foi visto no último 1º de maio, Dia do Trabalhador. Uma data que reúne historicamente milhares de pessoas nas ruas, contou com eventos virtuais de informação e cultura, durante todo o dia. No caso específico do SINDPD-PE, além da divulgação da programação nacional, foram editados vídeos em homenagem aos trabalhadores e trabalhadoras de TI que circularam em nossas redes sociais, mostrando a importância da categoria e da tecnologia desenvolvida pelas empresas de TI, especialmente nesse momento de isolamento social.
Com a disponibilidade e atenção virtuais que vem marcando a atuação do sindicato, é fundamental que a categoria acesse nosso site e siga o SINDPD nas redes sociais. Precisamos crescer o número de seguidores e fazer as informações circularem. Mas mesmo com um número aquém do desejado, a cada dia ganhamos novos seguidores no facebook, instagram e twitter. Além disso, cresceu o número de e-mails recebidos, com denúncias e pedidos de esclarecimento sobre o momento atual e o sindicato tem respondido o mais rapidamente possível a essas demandas. 

Olhar para empresas

No Brasil, ao contrário da maioria dos países, as ações governamentais têm buscando proteger mais os patrões, do que os trabalhadores. Isso pode ser visto com a edição de Medidas Provisórias (MP) que autorizam que as empresas ajam unilateralmente ou negociem acordos individuais. Isso, em um momento em que os empregados estão isolados, portanto mais vulneráveis e com ameaça de desemprego. Mesmo com esse cenário adverso, os sindicatos têm conseguido pressionar o Congresso para que as MPs sejam alteradas, numa política de redução de danos e resistência. 
O SINDPD-PE recebeu até o momento demandas de mais de 60 empresas (microempresas e multinacionais), que tratam de consultas, negociação de Acordos Coletivos e comunicados de Adesão à MP 937. Com esse trabalho, foi possível assinar diversos Acordos Coletivos; alterar acordos individuais para reduzir perdas salariais e garantir uma contribuição previdenciária adequada. 
Através das consultas via e-mail ou telefone, foram respondidas demandas de trabalhadores; garantido o pagamento adequado dos direitos trabalhistas, com a realização de homologações e rescisão de contrato, presencialmente ou remotas. Todo esse trabalho tem sido feito com o acompanhamento dos trabalhadores por telefone, e-mail ou whatsApp.
Também utilizando mecanismos virtuais, o SINDPD-PE tem realizado Assembleias (através de ferramentas Google ou Whatsapp), quando além da interação, é possível promover votações e colher a opinião da categoria. Assim tem sido em Assembleias como a do SERPRO e em grupos  criados por empresa, para tratar de questões específicas.

Unidos para resistir

Os dados apresentados acima demonstram que nesse momento de pandemia, o caminho virtual é o único possível para que os trabalhadores busquem esclarecimentos e a proteção dos seus direitos. E ao contrário do que pregam as empresas, é na ação coletiva que isso se fortalece e pode impedir retrocessos históricos. 
Portanto, sigam as redes sociais do sindicato! Se tiverem dúvidas ou quiserem apresentar denúncias, usem o telefone (3421.3818) ou nos enviem um e-mail. A diretoria do SINDPD-PE está trabalhando em home office, mas nem por isso, menos atenta ou pronta a atender às demandas da categoria. Siga com a gente nessa luta!

Nossos contatos:
www.sindpdpe.org.br
instagram.com/sindpdpe
facebook.com/SINDPDPE
twitter.com@sindpdPE
E-mail: sindpdpe@sindpdpe.org.br.