A direção do SINDPD-PE encaminhou ofício às empresas de TI em Pernambuco, solicitando que sejam encaminhadas medidas de prevenção, em face da pandemia do coronavírus (COVID-19). As medidas tem como objetivo principal garantir, em caráter de urgência, medidas de proteção dos seus trabalhadores a fim de evitar a propagação do vírus, sem prejuízo das orientações da vigilância sanitária. São elas:


   1. Campanha permanente de orientação sobre as medidas de proteção, através de cartazes, folders, mensagens em sites e redes sociais;
    2. Disponibilização de álcool gel em todos os setores, em especial nos de atendimento ao público e em eventos;
    3. Dispensa de registro eletrônico de ponto – REP ou de liberação de catracas por leitura palmar ou de digitais;
    4. Mapeamento das atividades que podem ser feitas, emergencialmente, em teletrabalho, sem ônus para os trabalhadores;
    5. Redução, ao mínimo imprescindível, de reuniões, seminários, atendimento presencial ou viagens a trabalho;
    6. Liberação do ponto dos trabalhadores que precisem acompanhar parentes adoecidos;
    7. Liberação dos pontos dos pais que, comprovadamente, precisarem acompanhar seus filhos, em caso de fechamento de escolas;
    8. Elaboração de plano de ação, de acordo com as orientações sanitárias, para o caso de suspeita de coronavírus em empregados, estagiários, aprendizes, terceirizados, temporários, autônomos, contratados em regime parcial ou intermitente, que frequentem o ambiente físico da Empresa.