Ontem, 06/01, após realizar uma inédita Manifestação Virtual, que contou com 127 participantes, em Assembleia Geral, os/as trabalhadores/as da ATI deliberaram por organizar uma MANIFESTAÇÃO PRESENCIAL, no próximo dia 12/01, a partir das 9:30 h, na sede da autarquia, dando continuidade à campanha pela valorização das carreiras de TI do Estado.
Na assembleia, foi apresentada mais detalhadamente a seguinte proposta apresentada, pelo Governo, na Mesa com o Fórum dos Servidores Estaduais:
    • Criação da Parcela Remuneratória de Valorização do Servidor – PARES, mensal, de valor nominal linear, de acordo com o nível de formação de cada cargo:
        ◦ Nível Fundamental – R$ 250,00;
        ◦ Nível Médio - R$ 400,00; 
        ◦ Nível Superior – R$ 500,00.
    • Esta parcela repercutiria nos cálculos de aposentadoria, décimo terceiro, férias e margem consignável;
    • Sua implantação seria em 01 de julho de 2022;
    • Aumento do Vale-refeição em R$ 3,00, ficando com o valor de R$ 14,20 (na ATI);
    • Não negociação em mesa específica, a não ser, na Educação que tem os recursos do FUNDEF.
A próxima mesa com o Governo será no dia 12/01, às 16 h, quando o Fórum dos Servidores do Estado, coordenado pela CUT, apresentará a avaliação do conjunto de sindicatos, em relação à proposta apresentada. No entanto, o Governo enfatizou que só avaliará eventual contraproposta, após a divulgação do Relatório Fiscal do último quadrimestre de 2021.
Para os/as presentes/as na Assembleia, esta proposta não valoriza a categoria que está com seus salários congelados há 7 anos, mesmo demonstrando cotidianamente seu compromisso com a melhoria da Administração pública, através da ampliação do uso da TI, fundamental para a manutenção dos serviços públicos, como ficou provado durante a pandemia da Covid. 
Em resposta, a assembleia deliberou por pressionar o Governo a melhorar a proposta da Mesa Geral, mas também para que a situação das carreiras de TI seja tratada em Mesa específica. Com estes objetivos, serão realizadas uma nova Manifestação Virtual, nos dias 11 e 12 de janeiro, e uma Manifestação Presencial, na sede da ATI, na quarta-feira, 12/01, a partir das 9 h.
Só a ação coletiva é capaz de garantir conquistas. Participem!