Com uma presença masssiva de pessoas, foi realizada na manhã dessa quinta-feira (5/7), no auditório da empresa, a Assembleia  de trabalhadores/as da EMPREL. Na ocasião, a direção do sindicato detalhou a proposta apresentada pela empresa, que foi discutida e analisada pela categoria. 

A EMPREL propõe, dentre outras coisas, o fechamento do Acordo Coletivo para um período de três (3) anos, ou seja, até 2020; reajuste de 2,95% sobre o salário base e o vale-refeição, a partir de outubro/2018; reenquadramento dos/as trabalhadores/as em uma nova tabela, com novos interstícios de 3% entre faixas para ambos os planos e aproximação dos limites finais das carreiras, em novembro de 2019, com garantia de reajuste mínimo igual a 2% e em 2020 repercussões financeiras por antiguidade e mérito, a partir das avaliações de desempenho em 2018 e 2020, para todos que alcançarem o conceito mínimo exigido.

Após análise, a categoria decidiu buscar a melhora da proposta junto à empresa e a garantia da continuidade da negociação da pauta no que diz respeito a algumas cláusulas sociais e trabalhistas. Além disso, também foi aprovada a realização de uma nova Assembleia na próxima semana, após mais uma rodada de negociações com a empresa, para deliberar sobre o resultado.

É Impossível ser feliz sozinho... na vida e na luta! Sindicalize-se!