Trabalhadores e trabalhadoras de empresas privadas atenderam à convocação do SINDPD/PE, se reunindo mais uma vez em Assembleia na noite dessa segunda-feira (22/2). A categoria discutiu e deliberou sobre a proposta apresentada à direção do Sindicato, durante mais uma rodada negociações com o patronato, na última sexta-feira (19/2). Momentos antes da Assembleia dessa segunda-feira (22/2), o patronato encaminhou uma nova contraproposta ao SINDPD/PE, que foi analisada e rejeitada na Assembleia. Eis a proposta rejeitada:

- Reajuste salarial de 10%, sendo 5%  em março e 5% em junho/2016

- Abono de 30% sobre o salário de março/2016, para compensação do retroativo

Depois de muitos questionamentos, debates e dúvidas, a direção do Sindicato e a categoria entenderam que a contraproposta não contempla as expectativas, momento em que foi aprovada a apresentação de uma nova contraproposta dos trabalhadores ao patronato. Durante a Assembleia, também foram eleitos dois representantes dos trabalhadores para participar da próxima mesa de negociações e a realização de um Ato, no mesmo momento em que a negociação estiver acontecendo. Em breve estaremos divulgando local e horário deste Ato, a depender do que for agendando com o patronato.

Segue abaixo a contraproposta aprovada em Assembleia pelos trabalhadores e trabalhadoras das empresas privadas:

- Reajsute salarial de 10%, sendo 5%  em março e 5% em abril/2016

- Retroativo: 30% do salário reajustado em março e mais 03 parcelas de 10% do salário reajustado nos meses de abril, maio e Junho, totalizando 60% do salário reajustado (ou 100% do retroativo).


Entendemos que o cenário econômico nacional é de incertezas e que esse quadro vem contribuindo para vivenciarmos uma das Campanhas mais duras coordenadas pelo SINDPD/PE. Receber a retroatividade, mesmo que parcelada, é posição de luta. Abrir mão dela, nunca!

Confira o ofício com a contraproposta, encaminhado ao SEPROPE