Em assembleia realizada hoje, 13/01, os trabalhadores/as da DATAPREV Pernambuco avaliaram as últimas ações para privatização da Empresa, que anunciou fechamento de escritórios (inclusive o de Recife) e a demissão de empregados, através de um Programa de Adequação de Quadros. 
Após os informes sobre a situação da DATAPREV e a reação do movimento sindical, os trabalhadores deliberaram: 1. Incentivar os empregados a não aderirem ao PAQ, enquanto existirem condições de resistência e luta; 2. Autorizar o SINDPD-PE, diretamente ou através da Federação, a ingressar com denúncias junto ao MPT e ações junto à Justiça; 3. Aderir à campanha nacional de arrecadação de recursos para financiar estas ações judiciais; 4. Aprovar paralisação das atividades, com base na lei de greve, em data a ser articulada com os demais estados, com a decretação imediata de estado de greve.
A campanha de arrecadação tem como meta a contribuição de 30 reais por cada empregado da DATAPREV e SERPRO, a ser depositado em conta bancária conjunta da FENADADOS e SINDPPD-RS. Para iniciar a campanha de arrecadação, o SINDPD-PE informou que doará o montante de R$ 3.375,00 (três mil trezentos e setenta e cinco reais) que restou da rifa que promoveu em dezembro passado. Propôs, e foi aprovado por unanimidade, que a Associação dos Empregados da Dataprev doasse R$  1.830,00 (hum mil, oitocentos e trinta reais), correspondente à contribuição dos 61 empregados de Pernambuco.
Os resultados desta assembleia comprovam que Sindicato e trabalhadores continuam JUNTOS para Resistir e Avançar.